Menu

Sobre a Heco Produções

A Heco Produções atua, desde 1995, em projetos culturais de formação artística e educacional nas áreas de cinema, televisão, publicação e exposição. Realizou os longas-metragens Carlos Reichenbach: Relatório Confidencial (2010), São Miguel do Gostoso (2011), Ozualdo Candeias e o Cinema (2013) e Sem Pena (2014), este último eleito Melhor Filme pelo Júri Popular do 47º Festival de Brasília; os curtas-metragens de ficção O Homem Sensorial (Festival do Rio, 2014) e Compêndio (Festival de Cinema de Locarno, 2016). Produziu diversas mostras de cinema, como Nelson Rodrigues e o cinema, (CCBB, 2004) Cinema Marginal Brasileiro (Cinemateca Portuguesa 202014) Ozualdo Candeias (CCBB, 2002), Boca do Lixo (MIS 2013), Walter Hugo Khouri (CCBB, 2002) e a Retrospectiva Jean-Luc Cinema Godard (CCBB, Cine Sesc e Cine Humberto Mauro, 2015), eleita melhor mostra do ano pela Folha de S. Paulo. Realizou as exposições José Mojica Marins – 50 anos de carreira (Cinemateca Brasileira. 2004) Roberto Rodrigues – Obras Originais (CCBB, 2004) Boca do Lixo Cinema (MIS, 2013) e Ozualdo Candeias, Fotografias (CineSesc, 2017). Acaba de lançar a série em 13 episódios para TV, História da Alimentação no Brasil, está em fase de montagem da série com 13 episódios Ocupações e em captação de recursos das séries para TV Trilogia do Poder (em parceria com Adirley Queirós), Revelações (em parceria com Jorge Bodanzky) e de três longas-metragens de ficção: Credores, Zero (baseado no livro homônimo de Ignácio de Loyola Brandão) e Ovo Azul, este último uma coprodução Brasil e Alemanha.

É detentora de um vasto acervo de imagens, documentos e filmes raros do cinema nacional, e é a responsável pela conservação e difusão do acervo do cineasta Ozualdo R. Candeias, composta por 16 mil fotografias e 33 filmes. É criadora do Portal Brasileiro de Cinema, composto por quinze sites e vasto conteúdo sobre o cinema nacional.

A Heco tem como principais parceiros a Cinemateca Brasileira, o Museu da Imagem e do Som, a TV Cultura, o Museu Afro Brasil, o Centro Cultural Banco do Brasil, Caixa Cultural, Banco do Nordeste do Brasil, CSN, BB DTVM, BNDES e AMBEV. Já colaborou com o Museu Rainha Sofia, o Museu de Arte Moderna de Nova York, o Festival Internacional de Rotterdam, a Cinemateca Portuguesa, entre outros.


website: pratza